Você Tem Permissão Para Ficar Rico?

atrair dinheiro 3

Sabia que algumas pessoas não ganham dinheiro porque não tem “permissão interna” para isso?

Por mais que alguém tenha as habilidades necessárias para gerar riqueza, se ela não tiver “permissão interna”, todas as vezes que tiver a chance de vencer, vai se auto-sabotar.

É como se o seu cérebro dissesse que você não merece ser rico, que não tem o direito de viver uma vida próspera. E então você começa a fazer escolhas inconscientes que o levam a sabotar o seu próprio caminho, não permitindo que o seu potencial se mostre ao mundo e você encontre a riqueza que espera e merece ter.

E quando digo riqueza e prosperidade, é óbvio que não estou falando apenas sobre dinheiro.

Estou falando de liberdade.

Estou falando de ser o dono do seu tempo e poder trabalhar com o que quiser, quando quiser e porque quer mesmo fazer, porque é sua paixão.

Estou falando de ser livre para viver onde quiser, sem ser obrigado a ficar onde está porque não tem dinheiro ou tempo para estar onde realmente deseja.

Estou falando de ir ao restaurante que você sempre teve vontade de ir sem ter que escolher o prato pelo lado direito do cardápio, onde ficam os preços das coisas.

Estou falando de ter dinheiro suficiente para não precisar mais pensar em dinheiro.

Mas para muitos o dinheiro é sujo e a riqueza pertence aos malandros, aos manipuladores, aos políticos corruptos, aos gênios, aos empresários sortudos, aos que tiveram condições de estudar fora do Brasil, aos que nasceram em um lugar diferente do seu, aos que tem a cor de pele diferente da sua, aos mais jovens que você, ou aos mais velhos… enfim…

Existem muitas desculpas internas, muitas barreiras emocionais e muitos nomes para essas desculpas e barreiras. Porém hoje, chamaremos neste texto todas estas desculpas e barreiras de…

PERMISSÃO INTERNA.

Eu descobri que eu não tinha Permissão Interna para ficar rico no dia em que eu tive coragem de pagar o preço de um carro zero para participar de um encontro de empresários.

Na época eu tinha um curso online que vendia por 197,00. Era o máximo que eu achava que valia o meu conhecimento.

Quando decidi entrar para esse grupo e participar desse encontro, eu percebi que haviam pessoas que tinham menos conhecimento do que eu (nas áreas que atuo), mas que estão ganhando mais dinheiro do que eu, simplesmente porque tem “Permissão Interna” para isso.

O organizador do encontro não teve nenhum problema em negociar comigo o valor do treinamento (que daria para comprar à vista um HB20 2016 do melhor modelo) para que eu pudesse participar, com minha empresa, do grupo e dos encontros que aconteceriam.

Eu também não tive problemas em aceitar pagar o valor, porque eu sabia que valia mais do que isso, e sabia que eu e a empresa ganharíamos muito com isso. Mas eu fiquei chateado comigo mesmo porque eu sabia que alguns conhecimentos que eu tinha comigo também vários HB20, mas eu não tinha coragem de vender nada por esse preço.

Mas logo que eu desliguei o telefone com o organizador do evento, uma chave virou na minha cabeça, e eu decidi fazer algo (morrendo de medo, mas fiz) que mudou minha caminhada como empresário desde lá.

Eu decidi, no mesmo dia, abrir um treinamento em que o valor do ticket não seria mais 197,00, dessa vez seria de 6mil reais.

Eu sabia que valia mais, mas mesmo assim eu senti frio na barriga. Primeiro porque eu tinha dúvidas se outras pessoas teriam a mesma percepção de valor que eu tenho daquilo que sei como empresário e no meu ramo de atuação, que é o Internet Marketing.

Mas fiz mesmo assim e o resultado foi que preenchi todas as vagas pelo valor que anunciei, entreguei o treinamento e foi um sucesso.

Dali em diante as coisas mudaram muito na minha cabeça e nos negócios, e eu já ministrei treinamentos com mais que o dobro do valor do ticket, e tenho planos pra coisas maiores ainda.

Eu sabia que naquele dia a minha cabeça havia mudado, mas só hoje descobri o nome do que aconteceu comigo: Permissão Interna.

Eu me dei permissão interna para ser maior do que eu era, ou melhor, me dei permissão para mostrar quem eu realmente sou. Eu sabia que era muito maior do que isso, mas no fundo eu achava que só eu acreditava naquilo, e que poderia ser só uma bobagem minha no fim das contas.

O fato é que a minha chave virou e hoje eu descobri que esse não é um problema só meu, é também um problema de muita gente que, na maioria das vezes, não sabe que tem um problema.

Até onde vai a sua Permissão Interna?
Qual é o seu teto na vida?

Descubra qual é o seu limite, e pergunte a si mesmo se você deseja se manter aí neste nível ou ir além.

Caso você decida romper os seus limites e permitir a si mesmo ser um sucesso, faça algo prático com relação a isso o mais rápido possível.

Mostre ao seu cérebro que você tomou MESMO uma decisão séria sobre romper os seus limites, virar o jogo na sua vida, e à partir de agora você tem permissão para chegar onde realmente quer chegar.

Se você deseja fazer uma viagem internacional, vá amanhã tirar o seu Passaporte. Não importa se você AINDA não tem o dinheiro da passagem. VAI LÁ  e mostra para o seu cérebro que você tem permissão interna para conhecer o mundo.

Se você deseja construir um grande negócio, mas AINDA não tem o capital necessário para começar, vá no cartório e registre sua empresa. Mostre ao seu cérebro que você VAI MESMO construir um grande negócio.

Frequente lugares que inspirem você, almoce pelo menos uma vez em um restaurante mais caro e não pergunte o preço de nada.

Se ainda não é possível, vá lá e tome pelo menos um café. Mas VÁI LÁ!

Faça o teste drive naquele carro dos sonhos, sinta o cheiro dele. Conheça todas as opções de pagamento, todas as cores disponíveis, pesquise para ver onde e como comprar O MESMO CARRO por um valor menor.

(Entenda, eu não disse “um carro mais barato”, eu disse “o carro dos seus sonhos, pelo menor preço possível”. Isso ajuda seu cérebro a entender que você VAI MESMO COMPRAR aquele carro.)

Enfim, faça alguma coisa prática com relação a Permissão Interna que você precisa dar a si mesmo para parar de se auto-sabotar e começar a construir, de fato, a vida que você espera e MERECE ter.

Espero que saber disso faça tão bem para você quanto fez para mim.

Se você gostou do texto, deixe um comentário para que eu saiba que vale a pena continuar escrevendo sobre assuntos como esse aqui no blog.

Sucesso!

Giordano Narada
maisdoqueideias

Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

5 Comentários

  1. Parabéns Giordano por mais um texto incrível. Consegui me ver nessa situação, pois tenho muito conhecimento acumulado e “ainda” não coloquei todo esse potencial pra fora por não ter me dado essa Permissão Interna. Falei “ainda” porque isso já está começando a mudar. Várias chaves estão girando e vou começar a jogar pro mundo todo o meu potencial. Grande abraço e continua com esse trabalho maravilhoso.

  2. Parabens Giordano! Excelente texto que merece reflexão. O teto que eu defini em algum momento do passado é realmente o teto ou apenas uma limitação baseada na falta de Permissão Interna para ir além? Grande abraço e sucesso pra vc.

  3. Caio D. Jesus

    Genial e um tanto quanto provocador. Parabéns esse texto agrega muito… Obg!

  4. Opa Giordano, obrigado por compartilhar suas experiencias de superação. A sua definição, Permissão Interna, é perfeita e responde muitas queixas dos empreendedores que tem medo de avançar, vou praticar isso também 🙂
    Permissão Interna é o que há!

  5. Olá, Giordano!

    É isso mesmo, só assim poderemos atingir a liberdade e o sucesso que podemos ter. Muito obrigado por este texto tão enriquecedor e continue com o ótimo trabalho no seu blog. Parabéns!

    Um abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *