60 de 101 – Dois Princípios Poderosos Para dar um SALTO na Vida e nos Negócios

Dois Princípios Poderosos Para dar um SALTO na Vida e nos Negócios. 

DCIM100GOPRO

Hoje eu vivi uma das experiências mais interessantes da minha vida: Saltar de Paraquedas.

Talvez para algumas pessoas não seja lá grande coisa passar por essa experiência, mas no meu caso, saltar de um avião a 4 quilômetros de altura e despencar de lá a 200km/h não foi uma experiência comum não.

Minha cabeça não é a mesma depois do salto.

Vou te mostrar um pedacinho da minha experiência, se liga:

Com essa experiência aprendi duas coisas sobre negócios e sobre a vida:

1 – Se você quiser dar saltos mais altos na vida, você vai precisar de um mentor.

O instrutor que me conduziu no salto, o Fagundes, tinha pelo menos 12 mil saltos já dados, e parecia obcecado pela minha segurança. Tratou de checar cada detalhe dos itens de segurança pelo menos três vezes e se certificou de que eu tinha entendido exatamente o que tinha que fazer.

Me tratou com muita simpatia e cuidado na hora do treino, muito brincalhão e sorridente, mas na hora que a coisa ficou séria, ele também ficou sério.

Na hora da adrenalina pra saltar, eu não conseguia me lembrar de nada do que o instrutor havia dito em terra, eu só conseguia pensar no meu amigo Diego, que havia acabado de despencar do avião na minha frente. rs.

Mas o instrutor, com energia, me fez executar tudo o que era necessário para saltar com segurança. Algumas vezes no grito, outras vezes quase que na porrada mesmo.

Durante a queda, inclusive no momento em que pude controlar o paraquedas, ele me disse o movimento que eu tinha que fazer com as duas mãos e eu não consegui ouvir, por causa da pressão no ouvido. Então ele simplesmente deu dois “socos” nos meus cotovelos, fazendo meus braços subirem e executarem o movimento necessário.

Na hora do pouso, eu não estava posicionado corretamente e poderia me machucar. Então ele falou energicamente comigo e exigiu que eu me posicionasse exatamente como ele queria, e isso fez com que fizéssemos um pouso perfeito.

Uma vez no chão, em segurança, a simpatia e o sorriso voltaram ao rosto do instrutor, que agora já tinha cumprido sua missão de trazer os meus pés para o chão, com segurança.

Não sei se você entendeu, mas eu fui capaz de saltar de um avião a 4 mil metros de altura, cair de lá a 200 km por hora e pousar no chão com segurança, sem NUNCA ter feito isso na vida.

Isso só foi possível porque eu estava sendo acompanhado por um mentor.

Segundo o Fagundes, com 8 aulas (8 saltos) eu estou pronto para saltar sozinho, mas eu não precisei esperar essas 8 aulas para ter a primeira experiência do salto, porque alguém 12 mil saltos mais experiente do que eu me acompanhou passo a passo.

Esse é o poder de ter um mentor ao seu lado. Ele acelera a sua curva de aprendizado em muitas vezes.

E isso não vale só para o paraquedismo, vale para qualquer coisa na vida e especialmente nos negócios.

Todo mundo precisa de um mentor.

2 – O medo é apenas falta de conhecimento.

Além de ter um mentor, você precisa aprender a lidar com os seus medos e, especialmente, precisa entender o que é o medo.

Tirando as explicações física e biológicas, o medo nada mais é do que uma reação à falta de conhecimento. Vou te dar um exemplo de algo que aconteceu hoje.

Um outro amigo meu, chamado Fábio, também saltou. Antes de saltar, ele ficou um bom tempo dizendo que não iria saltar, porque estava com muito medo. Resistiu por um tempo e depois decidiu ir, mesmo assim, morrendo de medo.

Pois bem, ele foi com medo mesmo. Mas quando voltou do salto, adivinha o que ele queria fazer?

Queria ir de novo! rs rs

Ele estava com medo de algo que não conhecia, mas depois de conhecer, percebeu que o medo não tinha razão de estar lá.

Na maioria das vezes, o medo é uma fraude emocional. Porque ele está lá, dentro de você, inventando um monte de histórias sobre o que pode acontecer de ruim, caso você tome essa ou aquela decisão. Mas sabe o que é interessante? Na maioria das vezes é apenas uma sombra, uma ilusão. Você só descobre isso quando tem coragem de enfrentar seus medos, levantar e acender a luz sobre ele.

O Fábio foi lá, enfrentou o seu medo e acabou descobrindo que era apenas uma fraude. Ele venceu o medo de saltar conhecendo a experiência de saltar.

Muitas vezes o medo é apenas falta de conhecimento (informação + experiência) e no momento em que você conhece aquilo que é objeto do seu medo, ele desaparece.

Então, as dicas de hoje são:

1 – Tenha um mentor

2 – Vença seus medos com conhecimento

Faz sentido pra você?

Deixa um comentário.

Giordano Narada
maisdoqueideias

Artigos Relacionados


Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

1 Comentário

Deixe uma resposta para Robeilton Simões Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *