51 de 101 – SUCESSO É UMA DECISÃO – Prometo que é

SUCESSO É UMA DECISÃO – Prometo que é. 

Grito

Eu tenho uma história com essa música aqui: Roar – Katy Perry

Eu estava indo para o meu trabalho de bicicleta, às 21h30 de um dia de semana, quando começou a chover no meio do caminho.

Eu entrava no trabalho às 22h e saia às 6h, como recepcionista em um motel na cidade de Itapema, Santa Catarina.

A chuva me pegou no meio do caminho para o trabalho, e se você já andou de bicicleta na chuva, sabe que o pneu traseiro da bicicleta começa a jogar lama nas suas costas.

Então além de todo molhado, eu chegaria no trabalho imundo.

Enquanto aquela chuva toda caia e eu pedalava sentindo os respingos da lama nas minhas costas, comecei a pensar na minha vida e naquela cena. E em como as coisas haviam chegado naquele ponto.

Eu sabia que eu podia mais.

Pedalar 6 km na chuva e chegar no trabalho todo molhado e sujo, para trabalhar toda a madrugada em um trabalho que não era o meu sonho, e ainda não pagava todas as minhas contas, me obrigando a criar alternativas de renda extra para sobreviver, era humilhante e eu estava me sentindo no fundo do poço.

Não quer dizer que as pessoas me viam assim, mas eu me sentia assim.

Eu que um dia falei de igual para igual com CEOs de grandes corporações, que um dia fui dono da minha própria empresa, tinha meu veículo, me vestia bem, agora estava na chuva todo sujo sem nada.

Eu estava com o fone de ouvido ligado ao meu celular, ouvindo algumas músicas enquanto pedalava. Isso fazia com que o trajeto ficasse aparentemente mais curto. Sempre fui muito ligado à música.

E bem quando eu comecei a pensar nessas coisas, essa música começou a tocar: Roar – da Katy Perry.

A letra conta uma espécie de história de virada, e o refrão diz “I am a champion and you’re gonna hear me roar”, que em português significa “Eu sou um campeão e você ainda vai me ouvir rugir”.

Apesar de não ser aquela a primeira vez em que eu ouvia aquela música, foi como se fosse. Essa frase me impactou tão profundamente que eu comecei a chorar, ali mesmo em cima da minha bicicleta, enquanto pedalava na chuva.

Eu sentia o gosto salgado das lágrimas se misturando com a água da chuva no meu rosto e a música tocando no máximo volume em meus ouvidos.

Pressionei o botão de voltar do fone de ouvido e ouvi de novo e de novo, então tomei uma decisão e falei em voz alta, já quase chegando no motel onde trabalhava.

Eu disse: “Eu vou virar o jogo, vou dar a volta por cima, e vocês ainda vão me ouvir rugir”, e gritei na chuva, na rua deserta paralela a rodovia, já há alguns metros do trabalho.

Gritei alto mesmo, a plenos pulmões, parecia um louco varrido. Coloquei aquela angústia pra fora do peito e quando terminei eu sabia que alguma coisa havia mudado.

Eu iria mesmo vivar o jogo.

E é incrível poder olhar para trás agora e perceber que eu virei mesmo o jogo. Em poucos meses, eu já estava trabalhando no meu próprio negócio e hoje, dois anos depois, tenho a minha empresa funcionando, vários funcionários, um monte de clientes satisfeitos, e a oportunidade de escrever sobre isso para afirmar com autoridade que…

SUCESSO É UMA DECISÃO!

Eu vivi e vivo isso. Tudo o que tenho construído até agora, e a maneira como estamos crescendo aqui na maisdoqueideias mostra que é a mais pura verdade.

SUCESSO É MESMO UMA DECISÃO!

Mas não pode ser uma daquelas decisões do tipo “segunda feira eu começo a dieta”, e essa segunda-feira nunca chega.

Precisa ser uma resolução, daquelas que você não muda nem morto. Decida virar o jogo e comece a agir agora mesmo.

Eu comecei naquela mesma noite a procurar na Internet uma forma de virar o jogo. E encontrei! 🙂

Agora chegou a hora de você também tomar a sua decisão de virar o jogo, e não parar até que isso seja uma realidade.

Coloca essa música no fone de ouvido bem alto, ou outra música que você goste e que deixe você motivado, vá para um lugar em que você tenha alguma privacidade e deixe os sentimentos surgirem.

Deixa a frustração, o medo, a sensação de derrota, a tristeza, deixa tudo isso vir à tona. E quando todos esses sentimentos ruins chegarem na garganta, fazendo aquele nó que eu sei que você conhece, deixe tudo isso explodir em um grito.

Grite o mais alto que você puder.

Foda-se se alguém vai te chamar de louco ou qualquer coisa assim, não são eles quem pagam suas contas e nem serão eles que vão levar você ao seu próximo nível.

É você quem vai virar o jogo na sua vida, e quando isso acontecer, eles vão contar histórias sobre o seu grito aquele dia, e vão querer imitar você.

Vão perguntar o que você fez para virar o jogo e você dirá que seu sucesso foi fruto de uma decisão, e aquele grito foi como o grito de um guerreiro que parte em direção ao exército inimigo sabendo que não voltará derrotado.

Ou você volta com a vitória ou não volta.

Foi assim comigo aquela noite. Eu sabia que venceria ou morreria na batalha.

Quando chegou a hora de largar o meu emprego para empreender, eu sabia que era arriscado. Mas e daí? Eu estava disposto a vencer ou morrer.

Esse é o guerreiro que vence suas batalhas, pois tem mais medo de viver uma vida de fracasso do que morrer em batalha.

É assim que vivo hoje, de batalha em batalha, de glória em glória, sempre aumentando meu domínio, expandindo meu reino.

Algumas vezes eu saio muito machucado das minhas batalhas, mas nunca derrotado.

Em alguns momentos preciso recuar, mas nunca por medo, e sim como uma questão estratégica para voltar a avançar quando estiver mais forte.

É claro que não é possível vencer todas as batalhas, porém o que faz um vencedor não é o fato de ele nunca ter perdido, mas sim o fato de nunca ter desistido.

Se você não desistir, eventualmente irá vencer. Mas o que desiste, perde no momento em que tomou essa decisão.

Sim, o fracasso também é uma decisão.

Eu quis te contar essa história só pra que você saiba que eu sou apenas um cara comum, como qualquer pessoa que lê estas linhas. Se eu consegui melhorar de vida apenas tomando uma decisão firme, qualquer pessoa consegue.

Eu não tinha dinheiro, meu nome estava sujo e por isso não tinha crédito, não tinha nenhum parente que pudesse me ajudar emprestando alguma coisa, e não tinha nenhum investidor para me ajudar a começar o meu negócio.

Tudo o que eu tinha era a minha decisão.

Suas decisões determinam seu futuro, o que resta saber é que futuro você decidiu criar.

Eu decidi que sou e serei um sucesso! E você?

Giordano Narada
maisdoqueideias

 

Artigos Relacionados


Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *