30 de 101 – O PERIGO DE MANTER A PESSOA ERRADA NA SUA VIDA

O PERIGO DE MANTER A PESSOA ERRADA NA SUA VIDA – Leia Este Texto Com Cuidado. 

30 de 101 - O Perigo de Manter a Pessoa Errada na Sua Vida - LEIA COM CUIDADO

Em 1973, nos Estados Unidos, enquanto um professor de inglês que morava em um trailer ficava “em casa”, sua esposa trabalhava os turnos que pudesse aguentar em um Dunkin Donuts para pagar as contas do casal.

Para tentar fazer o dinheiro dar conta das despesas, o professor chegou a trabalhar durante alguns verões em uma lavanderia industrial e fazer bicos como zelador na escola em que dava aula, assim como trabalhar como atendente de posto de gasolina.

Ele tinha a aspiração de ser escritor, mas com uma criança e um bebê para alimentar, as coisas estavam difíceis.

No pouco tempo livre que sobrava, escrevia na máquina de escrever da esposa, que havia criado para ele uma mesa de trabalho improvisada na lavanderia.

Todas as noites, enquanto a esposa cuidava dos filhos e da casa, ele se trancava ali para escrever.

Ele enviava suas histórias para algumas revistas masculinas, e, raramente, recebia de volta cheques de pequenos valores pelo correio quando os textos eram aceitos.

Um dia, o chefe do departamento de inglês da escola fez ao professor uma oferta que ele não podia recusar. Eles precisavam de um novo orientador acadêmico para o clube de debates, e ele receberia um extra de 300 dólares por ano, não muito, mas o suficiente para cobrir a conta do supermercado por dez semanas.

Quando ele chegou em casa animado para dar a notícia para a esposa, ela respondeu: “Será que você vai ter tempo para escrever?”. Ele foi sincero, não teria muito tempo de escrever, e a mulher reforçou seu apoio, dizendo que talvez fosse melhor não aceitar a proposta.

Em dado momento ele começou a trabalhar em um romance de suspense sobre uma adolescente com sérios problemas, em um conto que foi refinado com a ajuda da esposa, que lhe mostrava os meandros do mundo feminino e da puberdade.

Ele jogou o manuscrito no lixo diversas vezes porque acreditava que não conseguia escrever sobre o mundo feminino, mas a esposa o pegava de volta, lia, e dizia “aqui tem algo”, e assim, ajudou a melhorar o material ao longo de nove meses.

Mesmo assim, 30 editoras o recusaram.

Depois dessa frustração e de tantas recusas, ele jogou o livro completo no lixo porque acreditava que ali sim era o lugar dele e que não passava de um sonho impossível.

No entanto, sua esposa nunca desistiu, e submeteu o livro a mais editoras, sem que ele soubesse.

Um dia ele foi surpreendido por um telefonema da esposa na escola, no meio do período de trabalho, e saiu correndo para atender, pois sabia que não tinham uma linha em casa e, para que ela lhe telefonasse, algo de muito importante acontecera.

Então, ela lhe informa que seu romance, Carrie, havia sido aceito pela Doubleday. Nosso querido professor era o próprio Stephen King.

Se não fosse pela persistência e a crença de sua esposa, Thabitha, hoje não teríamos seus best-sellers internacionais e adaptações cinematográficas de grande sucesso, que deixaram gerações encantadas e instigadas.

(Trecho do livro 100Graus, de Rafa Prado)

————————————————

A pessoa mais perigosa em sua vida é aquela que alimenta suas dúvidas, e a pessoa mais importante em sua vida é aquela que alimenta sua fé.

Essa história ilustra isso mostrando o quão poderoso é ter ao seu lado alguém que estimula e incentiva você a perseguir os seus sonhos.

Em muitos momentos na vida, especialmente quando as coisas não estão indo tão bem, precisamos de alguém do lado que acredite em nós mais do que nós mesmos.

No mundo ideal, você acredita em você até o final, mas na vida real você duvida de você mesmo mais do que gostaria.

Agora, pior do que duvidar de você é ter alguém do lado, que você gosta e confia, alimentando suas dúvidas.

Imagine se Thabitha, no momento em que a proposta de trabalho surgiu, dissesse para Stephen que ele deveria aceitar o emprego.

Ela era mãe de duas crianças, tinha todas as razões do mundo para ter medo de que eles não tivessem o suficiente para viver uma vida digna. Mas ela via o que seu marido poderia se tornar, e sabia que era maior do que 300 dólares a mais por ano.

Você precisa manter pessoas em sua vida que enxerguem você maior do que você mesmo se enxerga. Isso é poderoso!

Ao mesmo tempo, precisa ter coragem de cortar da sua vida aquelas pessoas que não lhe dão o devido valor, que não enxergam seu futuro brilhante.

Especialmente se forem pessoas que você gosta e confia, afaste-as antes que seja tarde. Quanto mais você gosta e confia em alguém que alimenta suas dúvidas e não sua fé, mais perigosa ela se torna.

Você pode ser destruído da noite para o dia permitindo que alguém assim se mantenha na sua vida.

Não vale a pena.

Você precisa ter uma visão muito clara do seu futuro para criar sucesso, e quem alimenta suas dúvidas pode destruir sua visão.

Quando eu entendi isso, cortei tudo e todos que não contribuíam para os meus objetivos. Simplesmente me isolei em casa, bloqueei vários no Facebook e em todas as mídias sociais e não atendia mais ligações de quase ninguém.

Meu período de virada de jogo foi de 4 meses, e nesses 4 meses eu descobri a importância de escolher muito bem com quem você se relaciona.

Muitas vezes dói afastar essas pessoas de perto de nós, mas é como uma amputação, ou você corta fora e suporta a dor absurda, ou você morre.

Eu escolhi viver.

Meu conselho de hoje pra você é esse: se afaste das pessoas que alimentam suas dúvidas, e se aproxime cada vez mais daquelas que alimentam sua fé.

Seu sucesso depende disso.

Giordano Narada
maisdoqueideias

Artigos Relacionados


Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *