27 de 101 – NÃO COMA SUAS SEMENTES

NÃO COMA SUAS SEMENTES.27 de 101 - Não Coma Suas SementesAlgumas vezes o os recursos que temos nas mãos não são suficientes para criar o que queremos ou precisamos no momento presente, mas muitas vezes são mais do que suficiente para criar o futuro que sonhamos.

Lembra da história do João e o Pé de Feijão? A ideia é mais ou menos aquela.

Se sobraram só 3 feijões, não vai adiantar nada fazer o jantar com eles. 3 feijões não matam a fome de ninguém.

Então, ao invés de comer aqueles feijões, você planta.

É claro que você vai ter que dar um jeito de sobreviver até que os feijões brotem e produzam mais feijões, mas o fato é que você comeria os feijões de depois morreria de fome mesmo. Pelo menos plantando esses feijões você tem uma chance.

Trazendo um pouco mais para o aspecto prático dessa ideia de não comer as sementes, podemos falar sobre dívidas, por exemplo.

Pode ser que o que eu venha falar aqui gere desconforto em algumas pessoas, mas é assim que eu penso e, inclusive, já tive que aplicar esse princípio na minha vida e foi crucial para minha sobrevivência e virada de jogo.

Então, imagine que você tem uma dívida de 10mil reais, mas só tem 3mil no conta. O que você faz?

Normalmente você pega esses 3 mil para pagar parte da dívida e tenta negociar o restante, certo?

Mas e aí, de onde você vai tirar os outros 7mil?

Se você só tem o equivalente a menos de um terço da dívida, a realidade é que você não tem como pagar essa dívida.

Mesmo que você se iluda a ponto de achar que vai dar um jeito de conseguir o restante do dinheiro, a verdade é que se você não tem os 10 mil, não tem o dinheiro para pagar.

E quando você decidi pegar esses 3mil reais e pagar parte da dívida, você fica sem dinheiro e ainda com a dívida.

Esse definitivamente não é um bom negócio.

Mas então, Giordano, como eu faço para pagar a minha dívida de 10mil reais se eu só tenho 3mil?

É simples: SEMEIE!

Use o dinheiro que você tem como semente para produzir mais dinheiro, até que seja o suficiente para que sua dívida seja paga.

Não estou dizendo, com isso, que você deve dar o calote em que você deve. Não é isso. O que estou dizendo é que com 3mil reais, uma boa ideia e um espírito empreendedor, você facilmente pode transformar 3mil em 10mil.

Ainda mais hoje, com todo o tipo de conhecimento disponível na Internet, você pode simplesmente criar um negócio a partir de casa e virar o jogo em muito pouco tempo.

Eu acho lamentável quando, por exemplo, uma pessoa é demitida do seu emprego, saca o FGTS e o Seguro Desemprego, e usa isso para se alimentar e pagar as contas até conseguir um outro emprego.

ISSO É COMER AS SEMENTES!

Para as que conseguem um novo emprego, comer a semente significa perder a oportunidade de crescer.

Para os que não conseguem um novo emprego, comer a semente dessa maneira significa adiar o sofrimento.

Uma pessoa inteligente sabe que com um pouco de dinheiro se faz mais dinheiro. Só precisa ter o conhecimento certo nas mãos, e de novo, a internet tá aí pra isso.

Sabe aquele dinheiro que você recebe a mais quando vai tirar férias, ou o décimo terceiro no final do ano? Pois é… esse recurso poderia facilmente virar um negócio.

Quando você pega esse dinheiro e decide simplesmente viajar com aquele dinheiro ou comprar os presentes de natal, você está comendo suas sementes.

O dinheiro vai acabar rápido e você não cresceu.

Mesmo que você não tenha nem férias, nem décimo terceiro, nem FGTS e nem Seguro Desemprego, com certeza existe algum recurso disponível seu para virar semente e criar o seu futuro.

Pode ser aquele tempo diário que você utiliza para assistir séries no Netflix ou o Futebol. Pode ser aquele objeto parado que você tem em casa, que você poderia vender em algum grupo no Facebook e usar o dinheiro para investir em algo que renda mais dinheiro.

Pode ser uma série de coisas que, se você olhar ao redor com calma, procurando por sementes, vai encontrar.

De algum modo a semente do seu futuro já está disponível, e você precisa descobrir que semente é essa, para não correr o risco de comer a semente e não ter mais colheita.

Seja qual for a dificuldade, nunca, jamais, sob hipótese alguma, coma sua semente.

Se o que você tem nas mãos não é o suficiente para atender suas necessidades HOJE, não consuma este recurso…

SEMEIE!

Quem planta, colhe.

Um grande abraço e VAMO PRA CIMA!

Giordano Narada
maisdoqueideias

Ps. Sobre criar negócios na Internet, eu recomento esse curso aqui: http://bit.ly/CursoInternetMkt

Artigos Relacionados


Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *