De Que Lado Você Está?

A $lodier's Dream HD Desktop Background

Para mim, o mundo está dividido em dois grupos principais, os reis e os escravos.

Os reis são os que ditam as regras, criam tendências, pensam o óbvio antes de todo mundo, inventam moda, despertam paixões. Eles mesmo são geralmente apaixonados e arrastam uma multidão com sua paixão. Não estão presos por nada, a não ser por sua própria vontade.

Reis fazem o que querem e não precisam pedir permissão para ninguém. Podem ir onde quiser a qualquer hora do dia ou na noite. Não existem limites para reis.

Eles estão em todos as profissões do mundo, mas são uma parcela muito pequena da população. 1% apenas.

Já o grupo dos escravos é fácil de encontrar. Muitas vezes é só olhar no espelho.

Escravos do relógio, da carteira assinada, da prestação do carro, do medo do fracasso, da mágoa, da decepção, do orgulho, da autoestima baixa, de todo tipo de limitações psicológicas, da dependência de outras pessoas… Escravos do Sistema!

Escravos são a maioria, e se você os confronta, acendem tochas e reúnem uma multidão contra você em dois segundos.

Escravos são unidos quando se trata de manter tudo como está.

Escravos não gostam de mudar as coisas. Exigem mudanças mas não realizam mudanças. Se depender deles, fica tudo sempre como está. Exigem maiores salários e menos horas de trabalho para se sentirem mais confortáveis enquanto continuam sendo escravos.

Escravos exigem mudanças, reis REALIZAM mudanças.

Sempre que eu penso sobre isso fica muito claro de que lado eu quero estar.

Eu fico impressionado de ver como uma pessoa pode se iludir achando que ter sua carteira assinada pode ser uma segurança pra vida. Se você for demitido tem seguro desemprego por 6 meses. Isso é segurança?

Segurança pra mim é ter uma renda recorrente que não depende de mim pra acontecer.
Segurança pra mim é ser dono de um negócio que funcione mesmo se eu não conseguir trabalhar por um ano ou cinco.
Segurança pra mim é saber que eu faço só o que eu quero de verdade, e mesmo assim o dinheiro vem.

Isso não é papo de escravo, é papo de rei.

O escravo vai dizer que você não pode ter tudo o que quer, e que precisa fazer sacrifícios pra manter a família, e que sonhos as vezes são só sonhos.

Já o rei vai dizer que tudo é possível. Se você é capaz de imaginar, é capaz de fazer.

Sou desses que pensam que podem tudo.

É por isso que hoje eu trabalho com o que eu gosto, ganho mais do que qualquer emprego me pagaria, mesmo tendo uma boa formação e uma média salarial na área considerada alta, e ainda faço o meu horário e decido o quanto eu quero trabalhar.

Com isso não quero dizer que eu trabalhe duas horas por dia. Não porque eu não possa fazer isso, mas porque eu faço o que eu gosto, lembra? Acho que é por isso que eu tenho sucesso no que eu faço, porque eu gosto e se eu conseguisse, faria o que eu faço 24 horas por dia.

Acho que é esse o segredo dos reis. Fazer o que quer e o que gosta, independente do resultado.

E você, o que acha?

Desafio você a deixar um comentário aqui embaixo sobre isso. Eu sei que você sempre lê o que eu escrevo, mas nunca vejo o seu comentário. Então escreva que eu prometo responder.

E aí, rei ou escravo?

Giordano Nârada
maisdoqueideias

PS. Inscreva-se para ser avisado por e-mail quando houver uma nova postagem no blog CLICANDO AQUI!

 

Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *