9 de 101 – Como VIRAR O JOGO DA SUA VIDA Fazendo um Simples Ajuste na sua Mente

Pensamentos conduzem a sentimentos.
Sentimentos conduzem a ações.
Ações conduzem a resultados.

Quem já leu o livro Segredos da Mente Milionária sabe essa sequência de cor. O que pouca gente sabe é como fazer para controlar ou até mesmo mudar a corrente de pensamentos.

Saber como controlar a corrente de pensamentos é importante porque é assim que você controla os seus resultados.

E sim, você quer controlar seus resultados.

Quando você não tem o controle de seus resultados, fica dependente das circunstâncias, e não existe nada pior do que depender das circunstâncias.

Depender das circunstâncias é o mesmo que aceitar que as coisas só acontecem quando elas quiserem, do jeito que elas quiserem. E a verdade é que é VOCÊ quem deve decidir quando e como as coisas acontecem na sua vida, e isso só é possível quando você controla a fonte de suas ações, que são os seus pensamentos.

Agora, geralmente ninguém controla seus pensamentos.

Eles parecem ter vida própria e surgem de maneira involuntária. Quando percebemos, os pensamentos estão lá, mesmo quando não queremos pensar sobre algo.

Aliás, especialmente quando não queremos pensar sobre alguma coisa, é aí que pensamos mais sobre o assunto.

Faça o teste e tente não pensar na cor verde.

Viu? Você está pensando na cor verde por não querer pensar nela.

Mas então, o que fazer para evitar os pensamentos que conduzem a ações desastrosas?

Simples: ajuste seu foco!

Entenda, é simples, mas não significa que é fácil.
Exige treino e esforço, mas também não é nada complexo.

Existe uma chave de sabedoria que diz “seu foco presente determina seus sentimentos presentes”, e como falamos no começo, pensamentos conduzem a sentimentos, logo…

 

 O FOCO CONTROLA OS PENSAMENTOS.

Se seu foco está em um problema específico, é claro que seus pensamentos estarão no problema e, consequentemente, suas ações serão problemáticas.

Já esteve em um lugar alto, tipo, no alto de uma montanha, e experimentou olhar para baixo bem na beirada do precipício?

Não aconselho que faça. Sabe por que? Porque parece que seu corpo deseja cair.

É estranho, mas real. Se você olha para o abismo, todo o seu ser deseja cair. Por mais que você tenha medo, por alguma razão, você percebe uma inclinação do seu corpo em direção à queda.

É isso o que o foco faz.

Você se concentra em algo e todo o seu ser é atraído para aquele algo. Então, quando você se concentra em um problema ou em algo ruim, seu corpo e tudo o que você é tendem a ser inundados de sentimentos e emoções ruins, que inclinarão você a cair no abismo da depressão, do medo, da angústia, gerando ainda mais problemas.

O segredo então é ajustar o seu foco em direção a qualquer coisa que traga o sentimento que você precisa para gerar as ações necessárias para resolver o problema.

Mas Giordano, como eu ajusto o meu foco então?

Isso também é simples: cuide do seu ambiente interno e externo.

Quando eu fali minha empresa em 2012, me vi obrigado a morar em uma república para estudantes em São Paulo, porque era o único lugar que eu tinha condições de pagar.

E como se já não bastasse morar com mais 20 pessoas em um lugar bem esquisito, dividindo o quarto com pelo menos 3 caras, a minha janela dava para um abrigo para moradores de rua, que faziam fila para poder dormir lá dentro, e muitas vezes ficavam algumas dezenas de fora, e dormiam ali mesmo na calçada.

Para me recuperar, eu saia da Mooca, onde ficava a república, e ia para a Avenida Paulista, em um daqueles cafés tipo Starbucks ou Frans Café.

Muitas vezes eu só tinha o dinheiro do café, mesmo assim, eu ficava ali HORAS, mexendo o meu café e observando as pessoas.

Todas elas estavam melhores do que eu. Não pareciam ter problemas, e se tinham, não eram problemas como os meus.

Nenhum deles tinha que morar em uma pensão porque faliu sua empresa. Todos eles estavam melhor vestidos do que eu, tinha relógios caros no pulso, aparelhos de celular que custavam 4 vezes o meu aluguel…

E a conversa era outra… Os cheiros eram outros… A visão era outra… Os problemas eram outros…

Cada vez que eu fazia algo assim, estava na verdade ajustando o meu mindset, minha programação mental, para poder sair da situação em que eu estava.

E saí!

Cuide do seu ambiente interno e externo e você vai virar o jogo!

Escolha cuidadosamente a música que você ouve, os cheiros que você sente, as pessoas com quem você conversa e convive, os livros que você lê, os vídeos que você assiste…

Se o seu problema é falta de dinheiro, jamais deixe tocar na sua playlist uma música que fale de pobreza ou escassez. Não assista documentários sobre a vida dos moradores de rua ou pessoas em dificuldade financeira. Não vá para o bar com os amigos que estão na mesma dificuldade que você. A conversa lá não levará você onde você precisa ir.

Corte tudo e todos os que não contribuem para que você alcance o seu objetivo.

Não ria das piadas sobre pobreza que as pessoas ao seu redor costumam fazer, e se você tiver liberdade com elas, peça para que não brinquem com coisa séria.

Além disso, invista tempo em conhecer a realidade dos ricos. Leia livros sobre riqueza, assista vídeos sobre prosperidade, ouça músicas que falem sobre coisas boas e prósperas.

Mude o seu ambiente e o seu foco mudará.
Mude o seu foco e seus pensamentos mudarão.
Mude os seus pensamentos e seus sentimentos mudarão.
Mude seus sentimentos e suas ações mudarão.
Mude suas ações e seus resultados mudarão.

Pegou a ideia?

Então VAMO PRA CIMA!

Giordano Narada
maisdoqueideias

 

Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *