A Vaca Roxa e o Marketing Digital

Agora que já consegui trazer pra cá tudo o que eu achei que valia a pena trazer do meu blog anterior, já consigo começar a escrever coisas novas, especialmente sobre negócios online e mindset empreendedor, que são as minhas duas paixões no momento. Eu disse duas mas uma não vive sem a outra então, esse blog é na verdade sobre uma coisa só: como transformar sonhos em realidade.

Temos muito o que conversar sobre esse assunto, mas hoje eu quero falar sobre Vacas Roxas.

Como você já sabe, tudo começa com uma ideia. Uma simples ideia pode mudar tudo. Mas, depois que a internet se tornou quase tão importante quanto o oxigênio e todo mundo aprendeu a colocar suas ideias online, a impressão que dá é que qualquer ideia que nós tenhamos, outras 183 pessoas já tiveram antes.

Agora, será que o fato de 183 pessoas terem tido a mesma exata ideia que você define se você vai ter sucesso com sua ideia ou não?  Absolutamente não! O que define se a sua ideia é vencedora é a sua capacidade de espalhar essa ideia.

Eu sei que quando eu falo de espalhar uma ideia na internet você logo pensa em um vídeo viral no Youtube, mas não é isso. Vídeos virais trazem pouco ou nenhum resultado a médio e longo prazo. O que dá resultado consistente é a sua capacidade de continuar conquistando um grupo de pessoas, que por sua vez, sente prazer em compartilhar a sua ideia com outras pessoas de seu círculo de relacionamento.

Perceba que já não estou falando dos 70 milhões de brasileiros que acessam a internet todos os dias, estou falando de nichos. Familiarize-se com essa palavra se você quiser ter êxito em seus negócios online.

Seu dinheiro está no seu nicho.

Um nicho de mercado é um grupo de pessoas que tem interesses em comum. Vou explicar melhor isso em outro texto no futuro, mas só pra que você não fique sem ter uma ideia do assunto, os três maiores nichos de mercado na internet hoje são: Saúde e Bem estar, Relacionamento e Como Ganhar Dinheiro. São essas três coisas que as pessoas mais procuram na internet. Esse é o chamado BIG3.

No caso do BIG3, já existem muitos produtos no mercado e todos os dias surgem mais. Mas o interessante é que, mesmo surgindo pelo menos um produto novo todos os dias, o mercado continua aberto, tendo um espaço cadas vez maior, cabendo cada vez mais gente com mais produtos. E por que isso acontece?

Por causa das benditas VACAS ROXAS!

Vou te dar um exemplo. Quando eu entrei no negócio de Marketing Digital, a primeira coisa que eu fiz foi pesquisar sobre quais eram os produtos mais vendidos na época, e acabei descobrindo um rapaz no nicho de fitness chamado Vinícius Possebom, que criou um produto chamado Queima de 48 Horas, ou Q48. O Possebom era um personal trainer do Rio Grande do Sul que descobriu uma técnica trabalhar a “gordura em repouso”, e depois de uma série de exercícios que ele ensina, o corpo fica queimando gordura sozinho pelas próximas 48 horas.

Depois de testar isso nos alunos dele na academia, ele desenvolveu um programa em vídeo aulas, escreveu um e-book, e começou a vender isso na Internet. Antes de terminar o primeiro ano dele online, ele já havia faturado UM MILHÃO DE REAIS  em vendas, e o produto dele custa menos de 300,00.

Isso é uma Vaca Roxa.

Quer dizer, se você está dirigindo por uma rodovia e vê uma vaca pastando na beira da estrada, não há nada de especial nisso. Você simplesmente ignora, afinal, quem nunca viu uma vaca, não é? Agora, e se a vaca for roxa?

Existem MILHARES de programas de emagrecimento e queima de gordura online, mas não como  o sistema de queima de 48 horas do Possebom, e nem com tantas vídeo aulas grátis como ele dá, e nem com as dezenas de vídeos de testemunhos dos alunos que conseguiram o resultado que queriam.

Sacou a parada?

É a soma de dois fatores importantes: ter um produto diferente, que comunique uma ideia + ter uma estratégia eficaz que espalhe essa ideia. Se você não tiver uma estratégia pra espalhar a ideia, não vai fazer muita diferença ter uma vaca roxa.

É aí que entram as estratégias do Marketing Digital. O Vinícius Possebom teve um bom mentor nessa área, teve acesso a uma estratégia de lançamento americana sensacional, que um dia a gente vai falar aqui, e com isso conseguiu, já na primeira semana de laçamento,  faturar seus primeiros 100mil reais. Depois foi só replicar.

Milagre? Que nada, é trabalho inteligente.

Agora é claro, já teve tanto picareta nessa área que muita gente fica preocupada, tanto na área de emagrecimento quanto na área de marketing digital. Então muita gente rejeita qualquer ideia nessa direção por causa do trauma da má publicidade que um bando de bandidos deixaram de herança aí pra gente. Mas o antídoto sempre está no próprio veneno, sabia?

Geralmente não precisa de nenhuma técnica pra espalhar uma coisa ruim. Ela se espalha sozinha. Se alguém faz alguma coisa errada, em poucos minutos já tem tweet chegando do Zimbábue dizendo: “viu o que aquele blogueiro fez?

Agora, quando é uma coisa boa, precisa ser apoiada por uma estratégia de divulgação, senão não chega a lugar nenhum.

No caso do Possebom, ele tem usado os testemunhos dos seus alunos como prova social, e o trabalho de algumas dezenas de afiliados, que trabalham em casa, pela internet, divulgando o produto dele.

Pois é, tem gente SIM ganhando dinheiro trabalhando em casa, mas isso é assunto pra outro texto.

Enfim, espalhar uma ideia não se trata de usar um megafone e anunciar no centro da cidade. Tem a ver com alcançar as pessoas certas. Lembra o que eu falei lá no começo sobre os nichos de mercado? Pois é. É aqui que você troca “muitos e ruins” por “poucos e bons”.

Sacou?

Pra você entender de onde eu tirei esse negócio de Vaca Roxa, ou vou deixar aqui embaixo um vídeo do Seth Godin, que é também autor de um livro chamado A Vaca Roxa, muito legal.

Ative a legenda:

 

Giordano Nârada
maisdoqueideias

Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *