11 de 101 – A Hora Certa de Chorar

Jack

Tem horas que bate aquela vontade de jogar tudo pra cima, sumir no mundo, encontrar um lugar pra ficar só e chorar… chorar… chorar…

Não tem?

Às vezes bate a angústia, o desânimo, o medo e até mesmo o desespero. Porque tem dias que o bicho pega mesmo, que o filho chora e a mãe não vê. Aí dá aquele nó na garganta e você não sabe se vai conseguir segurar o choro por muito mais tempo.

Aí você olha em volta e vê que tem gente olhando. Muitas vezes é gente que você ama e não quer que te vejam chorando. Outras vezes é o pessoal do trabalho ou da faculdade, e você não quer passar vergonha na frente deles.

Algumas vezes até escapa uma lágrima ou outra, mas você segura as pontas, limpa o rosto e segue.

Mas eu sei também que tem horas que não dá pra segurar e você chora mesmo. Às vezes no quarto, com a boca no travesseiro. Às vezes no carro enquanto dirige pra casa depois de um dia impossível. Às vezes na cozinha enquanto faz o jantar e ninguém está olhando. Às vezes é quando o despertador toca e você sabe que precisa levantar para mais um dia em que você não será feliz.

Eu sei como é, e sei que às vezes não dá pra segurar. Mas eu preciso te contar uma coisa que aprendi assistindo uma série de TV.

Isso mesmo, séries de TVs também ensinam coisas que precisamos aprender, afinal, são escritas por pessoas, e pessoas sempre tem algo a ensinar.

Foi em um desses episódios de final de temporada, depois que havia acontecido tudo quanto é coisa horrível que você possa imaginar. A série de chamava 24 Horas e o personagem era o famoso Jack Bauer.

O dia havia sido impossível. Sua mulher morreu, sua filha foi sequestrada, ele teve que amputar o braço de um de seus amigos e matar outro amigo… imagina… a coisa foi horrível e tudo aconteceu em 24 horas.

No fim, depois de ter resolvido tudo o que era possível resolver, as câmeras filmam o Jack saindo do trabalho e indo em direção ao seu carro, no estacionamento.

Ele pressiona o botão na chave do carro, ouve o som do carro destravando as portas. Abre a porta e entra no carro. Coloca a chave no contato e liga o carro, coloca as mãos no volante e então…

ELE CHORA!

Chora copiosamente. Um choro doído que me fez chorar junto quando eu vi, mas não chorei porque ele estava chorando. Chorei porque entendi.

Existe hora certa pra chorar, e essa hora é DEPOIS QUE VOCÊ VENCEU!

Quando o chão desaparece debaixo dos seus pés, seus amigos evaporam, todos os seus recursos não estão mais disponíveis e a única pessoa com quem você pode contar é com você mesmo, não é a hora de chorar. É hora de LUTAR!

Nessa hora você levanta, respira fundo pra oxigenar o cérebro pra pensar direito e pra encher o peito, parecendo mais forte.

Você vai pra cima dos seus problemas como um leão quando se sente ameaçado e encurralado.

É isso mesmo, um leão quando se vê encurralado VAI PRA CIMA! Ele não fica lá no cantinho chorando e esperando a morte chegar, ele sai arrebentando o que estiver pela frente e não importa o tamanho não.

E você que me lê agora, saiba que você tem um leão dentro de você, pronto para IR PRA CIMA e fazer o que for preciso para virar o jogo.

Você não é nenhum animalzinho indefeso que, ao primeiro sinal de perigo, sai correndo como uma gazela em apuros.

Você é um leão.

Assuma o seu papel de guerreiro e lute pela sua vida, lute pelos seus sonhos, lute para vencer.

E eu sei que vai doer, vai dar vontade de desistir, o nó na garganta vai chegar, a noite vai chegar, a solidão vai chegar… mas você vai continuar em frente. ATÉ dar certo.

E quando você tiver vencido tudo, quando todos os inimigos estiverem aos seus pés, quando as chaves do castelo e a coroa da vitória estiverem em suas mãos, aí sim, é a hora de chorar.

Porque você venceu.

Então agora engole o choro, levanta do chão e VAI PRA CIMA, porque tudo o que você precisa pra vencer já está dentro de você.

O dia de chorar vai chegar, mas não é hoje.
Hoje o dia é de batalha.

VAMO PRA CIMA!

Giordano Narada
maisdoqueideias

Giordano Narada

Giordano Narada é empresário, criador da maisdoqueideias, acredita que ideias são sementes de realidade. Idealizador de diversos treinamentos onlines, tem ajudado centenas de pessoas a construir renda a partir da Internet começando do zero, defendendo a ideia de que qualquer pessoa pode empreender se tiver apenas dois elementos simples: Vontade e Informação.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *